O que a SUSTENTABILIDADE pode nos ensinar sobre Sorriso.

#façadasaúdeprioridade

Dra.Flavia Broetto

Desde quando eu ouvi pela primeira vez a palavra sustentabilidade eu fiquei muito curiosa…

Assisti algumas  várias palestras sobre o assunto e me empolguei com o tema.

Mas afinal o que vem a ser sustentabilidade? Na época em que comecei a entender sobre o assunto eu imaginava que estava falando sobre meio ambiente, sobre não jogar lixo no chão… Essas coisas.

Mas será que é só isso mesmo? Esses dias vi um palestrante que eu adoro, o Murilo Gun no meusucesso.com e ele comentou sobre isso.

Então gostei e fui buscar o significado da palavra SUSTENTABILIDADE,  li no site https://www.significados.com.br/sustentabilidade/ e encontrei : “ Etimologicamente, a palavra sustentável tem origem no latim “sustentare” , que significa sustentarapoiar conservar. O conceito de sustentabilidade está normalmente relacionado com uma mentalidade, atitude ou estratégia que é ecologicamente correta, e viável no âmbito econômico, socialmente justa…

Ver o post original 302 mais palavras

Por que deixar de cuidar da Saúde Oral não funciona…E o que fazer a respeito.

Você já deve estar cansado de ouvir aquele ditado que diz: “- É melhor prevenir do que remediar”….  Mas,  existe um espaço muito grande entre falar esse ditado e segui-lo como manda o figurino. Mas o que posso dizer é que,  apesar do ditado ser antigo ele é poderoso! Imagina que você pode evitar um problema antes mesmo que ele aconteça. Isso é maravilhoso!!!

Sempre que nós esquecemos desse detalhe podemos nos prejudicar. Observe quando nos planejamos… Quando seguimos o passo a passo de algo que planejamos percebemos que tudo flui melhor…  parece que o universo está conspirando a nosso favor! Eu mesmo, amo quando planejo minhas ações, e sofro na pele quando assim não faço.

Dadas essas reflexões peço que analise a situação:

Você sabe que precisa ir ao dentista mas, ao invés de procurar logo esse profissional você… não vai. E  pensa… “ah !! Estou sem tempo agora, dentista demora muito e não posso perder tempo com isso agora”…  Você procrastina, achando que, adiando não vai precisar procurar e até esquece que precisa se cuidar. Quando lembra do dentista normalmente está sentindo um incômodo tão grande que já não é mais possível controlar nem mesmo com a auto medicação.

Agora perceba que, a hora que você está com dor seu corpo pede um imediatismo que muitas vezes o profissional que você procura não está no consultório, ou então é domingo… pior ainda, é um feriado prolongado, ou até mesmo o dentista não tenha um horário para que você seja atendido. Meu Deus o que fazer? E então fica o remorso pela procrastinação.

Observe que o cenário que relatei acima é o pior possível, no momento em que eu escrevia eu já estava triste.

Agora, o grande desafio é organizarmos o nosso tempo e resolvemos as nossas questões no momento certo. As chances que eu precise passar pela situação acima diminui consideravelmente.

Se você comparar as realidades, entre ir no momento da dor ou em visitas periódicas,  a verdade é que nunca mais vai deixar de procurar o dentista para estas visitas periódicas. O dentista é o profissional mais importante e apto a fazer o planejamento destas suas visitas.

Chegou a hora de me despedir, espero que você tenha gostado do tema, espero que eu tenha te ajudado a fazer um progresso importante em relação a sua saúde oral. Se você gostou deixe um recado no meu blog ou na minha página do facebook, se houver dúvidas ou interesse em outros temas só deixar nos comentários. Terei o maior prazer em responder as suas questões.

Que sua saúde seja sempre prioridade.

Um abraço.

Por Dra. Flavia Broetto

CRO/Es3994

Como o exemplo dos pais podem incentivar a saúde bucal de seus filhos.

A comemoração do dia dos pais é uma data que emociona sempre. Domingo foi  o momento em que homenageamos uma pessoa importante em nossa vida, aquele que é o nosso exemplo.

Pensando sobre esse assunto (exemplo) fiquei motivada a mostrar minha opinião sobre cuidados com a saúde oral de seu(a) filho(a).

Tudo o que você ensina na infância, será levado para a vida toda. A  criança precisa acostumar com a rotina da higiene oral.

Assim como os pais precisam estar a frente da higiene corporal,  pois os mesmos não possuem coordenação motora ( julga-se até os 6 anos da criança, em média) tal qual  não possuem autonomia para essas tarefas, logo, a  higiene bucal deve ter a mesma atenção. A criança aprende de forma rápida e progressiva mas precisa sempre de estímulo.

Falando mais precisamente sobre escovação dental e cuidados com a saúde oral, estudos comprovam que a escovação dentária DIÁRIA, 03(três) vezes ao dia , diminui consideravelmente a chance de uma pessoa ter cárie!!!! É um  hábito que precisa-se  vivenciar diariamente; assim como toda rotina é importante para o desenvolvimento de seu filho, pode ter certeza que esses cuidados com a saúde oral o princípio é o mesmo. Como se diz “ O hábito faz o monge”.
Aliado a boas práticas de higiene oral, a alimentação rica em frutas, verduras, e balanceando os carboidratos será vantajoso para a saúde oral e geral de seu(s) filho(s). Observar que a ingestão de açúcares está totalmente desaconselhada às  crianças menores de 2 anos sendo esse o  principal vilão para o aparecimento das indesejáveis doenças bucais como a cárie, essa idade é a época das descobertas alimentares e quanto mais saudável puder ser essa fase,  melhor para a saúde geral de seu filho.
A visita semestral da criança ao consultório do dentista sela e blinda com sucesso garantido e a cárie será apenas uma lembrança das aulas de ciências  e não nos dentes de seu filho.

Que as recordações nos dias dos pais seja sempre um motivo de comemoração! Ensine pelo exemplo… As chances de seu filho seguir são enormes!Garanta o futuro de saúde de seu filho ensinando bons hábito,  sei que quem está lendo esse texto tem filhos, sobrinhos, então escolha transmitir bons hábitos.Quem ganha é você!
Que a saúde seja sempre prioridade em sua vida.

Continue reading “Como o exemplo dos pais podem incentivar a saúde bucal de seus filhos.”